sexta-feira, 8 de fevereiro de 2008

Mais um par

Fala, capetada!

Mais duas músicas ficaram prontas no violão ontem. Se os títulos forem mantidos, os nomes são "Eu não menti", uma colaboração entre mim e o Thiago recauchutada pelo Fabricio e que está realmente empolgante, um rockão simples com cheiro de Thin Lizzy, Lynyrd Skynyrd, Van Halen; e "O ódio que alimenta", que nasceu a partir de um riff que o Leandro estava tocando outro dia no ensaio. Gravamos o riff, eu escrevi os versos e a melodia sobre aquela base, e ontem o Fabricio e o Leandro acertaram o refrão, no qual eu ainda vou botar a letra. É uma música mais pesada, mas com um refrão lento, melódico, fabuloso. Segunda-feira vamos leva-las para o estúdio para gravar. Voltamos ao estúdio do "Eno", o que nos permitirá registrar as músicas com uma qualidade melhor antes de começarmos o processo de escolha do repertório. Mais uma ou duas músicas, além destas terminadas ontem, vão ser incorporadas à lista ainda. Depois de gravarmos todas em versões demo, partiremos para a seleção de repertório e a produção mais esmerada de cada faixa. Talvez até tenhamos condições de começar a gravar para valer em março, mas abril é mais provável, para que façamos as coisas com calma. Temos uma coleção realmente boa de canções para escolher e não teremos pressa para fazer delas um disco daqueles que você coloca e ouve da primeira à última faixa, sem pular música nenhuma.

Salud y pesetas!

Del

Nenhum comentário: